Em formação

Perus: Brianzolo Turquia

Perus: Brianzolo Turquia

Origem, difusão e características econômicas

Originalmente da Lombardia, de tamanho médio, é um pássaro madrugador e resistente a doenças, além de ser um excelente pastor; as fêmeas são excelentes criadoras; tornou-se bastante raro, uma vez que a indústria se volta para assuntos de carne muito pesados; em sua criação são dedicados, em particular, criadores amadores ou fazendas familiares, alocando animais ao autoconsumo.
A maturidade sexual é alcançada em ambos os sexos em torno de 7 meses, as fêmeas depositam ovos levemente rosados; o período de incubação é de 28 dias.

Características morfológicas

Peso:
- macho adulto 6 kg
- fêmea 3-4 kg

Várias cores: preta, bronzeada, bronzeada com asas brancas, sendo a mais comum a cinza reticulada.
Os carúnculos da cabeça geralmente são alaranjados e não vermelhos, como no peru belga Ronquieres.

curadoria de Pasquale DAncicco

Brianzolo Turquia - Feminino, jovem e masculino em uma foto de 1946 (foto Alessio Zanon)

Brianzolo Turquia, masculino e feminino (foto Giovanni Mazza)

FIAV padrão

I - GERALIDADES

Origem

Peru claro, comum no norte da Itália, Brianza. Provavelmente descende dos Ronquieres belgas, dos quais ele herdou a variabilidade nas cores da pintura. Bem conhecida e apreciada desde o início dos anos 1900, a população chegou à beira da extinção. Um bom procedimento para a recuperação da raça começou desde 2003. Reconhecida em 2013 graças ao compromisso de Giovanni Mazza.

Ovo: Peso mínimo g. 70

Branco marfim, densamente pontilhado de marrom.

Anel:
- Homem: 22
- Feminino: 20

II - TIPO E ENDEREÇOS PARA A SELEÇÃO

Peru bastante leve, muito rústico.

III - PADRÃO

1 - FORMULÁRIO

Tronco: alongado, largo nos ombros, se estreita em direção à garupa.

Cabeça: tamanho médio, completamente nu no macho, levemente emplumado na fêmea na parte central do crânio.

Bico: médio longo, de cor escura ligeiramente curvada.

Olhos: íris grandes e escuras.

Carúnculos: desenvolvidos, estão presentes na cabeça e nas partes não emplumadas do pescoço; de cor vermelha com tendência ao branco azulado em momentos de excitação. Acima do bico, na base da testa, há um apêndice de carne inclinado para a frente, que em momentos de excitação se estende mais no homem do que na mulher.

Pescoço: comprimento médio e arqueado. Também possui carúnculos mais desenvolvidos na base. Na sub-garganta há uma barbela de pele nua que se estende até o meio do pescoço, mais desenvolvida no homem.

Ombros largos.

Dorso: longo, ligeiramente convexo e inclinado em direção à garupa.

Asas: cursos longos, justos e bem fechados.

Cauda: longa, carregada fechada e inclinada a seguir a linha das costas quando o animal está em repouso; nos machos em desfile é transportada e detectada na forma de uma roda.

Peito: médio largo, musculoso, cheio, arredondado, médio alto. Os machos adultos têm um tufo de cerdas pretas duras no peito, muitas vezes escondidas pela plumagem em jovens. Um topete na fêmea e vários no masculino são sinônimos de vitalidade e não devem ser penalizados.

Pernas: pernas de comprimento médio; muscular, evidente. Tarso médio longo, forte, quatro dedos.

Musculatura: desenvolvida.

Barriga: moderadamente desenvolvida.

Falhas graves: tamanho grande; asas caindo; tronco muito estreito ou muito largo; peito fraco ou achatado; tronco ligeiramente inclinado para trás; tarso curto; pernas não evidentes.

2 - TAMANHO

luz

3 - QUADRO

Médio Grande

4 - PLUMAGEM

Duro, próximo ao corpo, com penas largas.

5 - PESOS

- kg masculino jovem. 4 - 4.5
- kg adulto masculino. 4 - 4.6

- Jovem fêmea Kg. 3,3 - 3,5
- Fêmea adulta Kg. 3,5 - 3,6

IV - CORES

BRONZE DE PRATA COM LINKS

MASCULINO

pescoço, peito e parte superior das costas cinza-marrom com evidente desenho de malha escura. Remígios primários cinza escuro, com finos salpicos brancos / esbranquiçados na ponta. Parte externa cinza escura com borda branca muito fina, parte interna cinza escura terminando com salpicos de prata branco. Remadores secundários: cinco primeiros remadores de marfim com salpicos intensos de cinza escuro na parte central, mais concentrados nas laterais da coluna vertebral; os remiges restantes são marrom iridescente com salpicos pretos, os últimos remiges perto do corpo têm uma faixa branca no ápice.

Grandes coberturas das asas cor de canela do lado de fora, que formam a faixa visível, enquanto a parte interna não é visível perto da coluna cinza-escura, degradando-se em creme com salpicos cinza-escuro.

Cada pena da banda de asa termina com uma borda preta clara com ápice branco. Os pequenos abrigos de asas têm uma base preta com um design de malha marrom creme; eles terminam com uma faixa preta com fortes reflexos metálicos. Timoneiro: cor canela clara com salpicos na parte inicial oculta pelos abrigos, terminando com uma faixa refletora verde metálica preta encimada por uma faixa branca. Os grandes

os abrigos da cauda são de cor canela para a metade visível, enquanto a parte oculta é muito apimentada, o apimentado cria um design de malha. Nos pequenos abrigos, ela desenhou uma malha em um fundo creme, com uma faixa preta com reflexos iridescentes, terminando com uma faixa com barbas creme. As penas restantes da garupa são listras alternadas em marrom e preto até os ombros.

FÊMEA

Tem as cores quase idênticas ao masculino, mas com um design de malha mais evidente. As penas das costas e da extremidade do peito franjavam de branco. Os pequenos abrigos de asa e a parte superior das costas têm uma base preta com elos de cor creme.

Barriga e pernas: cor de marfim com design de malha sugerida também no edredom.

Bico: marrom claro com estrias enegrecidas claras.

Tarso: rosé com flocos escuros.

Defeitos graves: cores muito desbotadas no design ou total ausência de links; presença de penas brancas na pelagem ou nas remigências, ausência de faixas brancas ou presença de faixas de bronze.


Vídeo: COMO É TOMAR UM BANHO TURCO NO HOTEL DE LUXO RAFFLES DE ISTAMBUL (Janeiro 2022).